domingo | 21.04 | 8:46 AM

Diálogos Contemporâneos – Julho das Pretas 2021

0Comentário(s)

A Associação Carnavalesca Bloco Afro Olodum, celebra o mês das Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-Caribenhas, com o “Diálogo Contemporâneo”. O evento irá reunir nos dias 21 e 30 de julho,  mulheres do Brasil e do exterior. Com temas como Tecnologia e cultura, igualdade de gênero, desenvolvimento social, direitos humanos  e Políticas Públicas. Serão dois dias de conferencia on-line, transmitidos pela canal do Youtube/Olodum TV

No dia 21/07, às 19h, estão reunidas mulheres que certamente trarão em suas falas, elementos que contribuirão significativamente para a celebração do Julho das Pretas. Nomes como Katia Melo, Lívia Sant’Anna Vaz e Dani Balbi terão voz no encontro.

A Associação Carnavalesca Bloco Afro Olodum há 42 anos luta por igualdade e equidade de gênero, possui em sua história a valorização, reconhecimento e respeito às mulheres; sendo então um dos primeiros blocos afro-brasileiros a conter na sua gestão administrativa/executiva, uma equipe formada com 60% (sessenta por cento) por mulheres.

Além delas comporem o grupo de gestão que movimenta a organização, a instituição apresenta também um conselho consultivo com um número expressivo de mulheres, que a partir de suas linhas de discurso e trabalho são atuantes, tornando o Olodum a cada ano que passa, se consagrar como uma instituição que dialoga com o feminino seja como primeiro Bloco Afro a ter Cristina Rodrigues, sua primeira presidente mulher eleita e Andreia Reis, a primeira maestrina de samba reggae do mundo.

Currículo das participantes.

 Lívia Sant’Anna Vaz Jurista brasileira, que atua como promotora de Justiça. Ela é coordenadora do Grupo de Atuação Especial de Proteção dos Direitos Humanos e Combate à Discriminação do Ministério Público do Estado da Bahia. Destaca-se sua atuação em relação a temas como   feminicídio   e igualdade racial. Lívia Vaz faz parte da lista das 100 pessoas de descendência africana mais influentes do mundo.

Katia Melo, ex-diretora do Olodum, pedagoga, militante do movimento negro, uma das idealizadoras do Projeto Rufar dos Tambores hoje Escola Olodum, membro da comissão de mulheres da Bahia que esteve em Santo Domingos, no ano de 1998, para o encontro de mulheres negras, que deu início e gerou o movimento que hoje chamamos de Mês das Mulheres Afro-Latina- Americanas e Afro-Caribenhas.

Dani Balbi, Mulher, negra, transexual e comunista, é Doutora em Ciência da Literatura (Literatura Comparada) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), professora da Escola de Comunicação Social (ECO-UFRJ) e da EJA- Manguinhos. Roteirista, crítica de teatro e cinema e militante da cultura, é diretora da UNALGBT, Assessora Parlamentar da Comissão de Promoção de Direitos das Mulheres da ALERJ e filiada à UNEGRO.

Redes Sociais

Transmissão no Canal do YouTube: www.youtube.com/tvolodum

Instagram:@Olodum_oficial

Facebook:@olodum.oficial

Twitter:@olodum

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *