domingo | 21.04 | 9:17 AM

Ijexá, parto domiciliar na Chapada Diamantina e a plataforma virtual de Reinaldo Eckenberger no Soterópolis

0Comentário(s)

Foto:Divulgação/TVE

O Soterópolis desta quinta-feira (5) destaca o lançamento do álbum “Ijexá, Canto de Encantar”, que reuniu o maestro Luciano Calazans e os músicos Rodrigo Moraes e Lourival Vieira. E ainda o curta-metragem “Áurea”, dirigido por Hewelin Fernandes, que mostra partos domiciliares no Vale do Capão, distrito de Palmeiras, na Chapada Diamantina. O programa destaca também o projeto “Onde está Eckenberger? Inventário de uma vida”, que mergulha no universo do artista Reinaldo Eckenberger, falecido em 2018. A exibição é às 22h.

Disponível nas plataformas digitais, o álbum “Ijexá, Canto de Encantar” reúne doze faixas interpretadas por artistas reconhecidos da música da Bahia e a participação especial da Saint Petersburg Studio Orchestra, da Rússia. O trabalho é resultado de uma pesquisa desenvolvida sobre o Ijexá e os Afoxés da Bahia. As composições têm letra de Lourival Vieira e música de Rodrigo Moraes, tendo nos arranjos de Luciano Calazans, que abraçou o projeto, a riqueza rítmica e a fidelidade às raízes culturais da Bahia.

O filme “Áurea” mostra o encontro da parteira Áurea e o médico Áureo, que juntos fizeram mais de 100 partos domiciliares na comunidade do Vale do Capão, distrito de Palmeiras, na Chapada Diamantina. O encontro reúne duas sabedorias que se fundem, o conhecimento tradicional de Dona Áurea com o pensamento científico de Dr. Áureo. Contemplado pelo Edital Setorial de Audiovisual 2019 da Secretaria de Cultura, a produção foi gravada com uma equipe pequena de moradores do Vale do Capão, em meio a pandemia e respeitando todos os protocolos de  prevenção da Covid-19.

O projeto “Onde está Eckenberger? Inventário de uma vida” lançado em junho deste ano, consiste num acervo virtual de memórias e obras do artista. Na plataforma virtual é possível navegar por uma diversidade de objetos, materiais, pertences, vídeos e depoimentos da rede afetiva do artista, compartilhando memórias pessoais e perspectivas críticas sobre sua obra. A coordenação geral do projeto é compartilhada entre a artista visual Elena Landinez e a gestora cultural Luisa Hardman, que são as entrevistadas da semana.

O Soterópolis vai ao ar na TVE às quintas-feiras, às 22h, com reprises às sextas-feiras, às 19h, e aos domingos, às 18h30.

Acompanhe a TVE Bahia nas redes sociais:
instagram.com/tvebahia
facebook.com/tvebahia
youtube.com/tvebahia 
twitter.com/tvebahia

Serviço:
Programa Soterópolis
Quando: Quinta-feira (5), às 22h. Reapresentação: sexta-feira (6), às 19h e domingo (8), às 18h30
Onde: TVE e www.tve.ba.gov.br/tveonline

Fonte: Assessoria/TVE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *