domingo | 16.06 | 8:54 AM

Ligado na tomada ou só na bateria: o que é melhor para o notebook?

0Comentário(s)

Uma dúvida muito comum entre aqueles que compraram ou estão pensando em comprar um novo notebook é: devo usar o computador conectado na tomada ou somente na bateria? Entre muitos mitos e verdades sobre esse tema, apresentamos algumas dicas de como você pode manter o desempenho do seu notebook ao mesmo tempo em que o conserva por mais tempo.

Nos últimos anos, a tecnologia por trás das baterias evoluiu bastante e é possível perceber muitas mudanças nesse segmento. Hoje, por exemplo, não precisamos nos preocupar em carregar totalmente um dispositivo antes de começar a utilizá-lo. Também é um mito a necessidade de deixar o aparelho descarregar totalmente antes de conectar na tomada.

Mas o que dizer sobre a dúvida entre usar o notebook conectado na tomada ou somente na bateria? Será que é prejudicial deixar o computador carregando 100% do tempo? Ou devemos desconectar o PC da tomada de tempos em tempos para manter a saúde da bateria?

Isso é uma dúvida que gira em torno daquele temido “efeito memória” que afetava de forma intensa as baterias de antigamente. Hoje os módulos de bateria de notebook, feitos de íon de lítio, foram desenvolvidos para dar mais liberdade e desempenho para os dispositivos, protegendo também a saúde dos aparelhos.

Portanto, não há problemas em manter o notebook conectado na tomada mesmo com a carga em 100%. Uma dica que damos, entretanto, é evitar que o nível da bateria baixe para valores menores do que 20%. Isso pode acabar prejudicando a vida útil do módulo de bateria, diminuindo sua capacidade de reter a carga.

Diferente do que acontecia com as baterias de antigamente, o “efeito memória” é menos evidente em módulos de íon de lítio, os encontrados nos notebooks. O que acontece nas baterias mais modernas é um enfraquecimento natural desses módulos em sua capacidade de reter a carga.

Quando você recarrega a bateria do seu notebook, a bateria vai se desgastando com o tempo (como acontece com qualquer outro eletrônico). Porém, os módulos de energia têm um número de ciclos de carregamento e, à medida que muitos ciclos são realizados, a bateria vai “envelhecendo”.

Além de evitar que a carga baixe para níveis inferiores a 20%, outra dica para manter a saúde e performance é evitar ligar e desligar o notebook muitas vezes durante o dia. Para momentos em que o notebook estiver ocioso, o recomendável é utilizar o modo de suspensão, que economiza bateria e mantém os programas e arquivos abertos.

Fonte: Tecnomundo

Foto: Getty Images

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *