segunda-feira | 15.04 | 12:37 AM

De virada: Brasil ganha da Venezuela e segue com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias

0Comentário(s)

A seleção brasileira mostrou poder de reação no segundo tempo e venceu de virada a lanterna Venezuela por 3 a 1 na noite desta quinta-feira (7), em Caracas, pela 11ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Marquinhos, Gabigol e Antony anotaram os gols brasileiros, os três no segundo tempo, depois que Eric Ramírez havia aberto o placar na etapa inicial. O triunfo mantém a campanha perfeita do Brasil no classificatório sul-americano, com 27 pontos na liderança – oito de vantagem sobre a vice-líder Argentina. Já os venezuelanos, que venceram somente uma vez na competição, em novembro do ano passado, quando bateram o Chile, seguem na última colocação com 4 pontos.

Nesta quinta, a equipe teve sérias dificuldades no primeiro tempo para transformar a posse de bola em domínio e oportunidades de gol. A virada veio na segunda etapa, quando já tinha quatro atacantes em campo e se aproveitava de um adversário cada vez mais recuado em seu próprio campo. O confronto na capital venezuela marcou a 11ª partida na Era Tite em que a seleção saiu atrás do placar.

Desses 11 jogos, em cinco deles jogos conseguiu a virada: Uruguai pelas Eliminatórias (4 a 1) e República Tcheca em amistoso (3 a 1), ambos em 2017; Peru pelas Eliminatórias em 2020 (4 a 2); Colômbia na Copa América deste ano (2 a 1); e Venezuela, pelas Eliminatórias para o Qatar (3 a 1).

Sem Neymar, suspenso por acúmulo de cartões amarelos, Tite escalou a equipe em Caracas com uma dupla de ataque: Gabriel Jesus e Gabigol, de volta ao time depois que ele e outros jogadores da Premier League não foram liberados para a última rodada das Eliminatórias.

O atacante do Manchester City, que vive bom momento no futebol inglês atuando como ponta pela direita, teve atuação apenas discreta e passou em branco novamente. Seu último gol com a camisa da seleção foi na decisão da Copa América de 2019, contra o Peru, há mais de dois anos.

Novidade na escalação, o lateral esquerdo Guilherme Arana fez sua estreia pelo Brasil. E foi justamente no setor do jogador do Atlético-MG que a Venezuela criou a oportunidade para abrir o placar.

Fonte: Folhapress

Foto: Reprodução/Twitter  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *