sexta-feira | 19.07 | 10:09 AM

Golpe em delivery: entregador viraliza ao filmar dados de cartão; veja como se prevenir

0Comentário(s)

Um vídeo que mostra um novo tipo de golpe para clonagem de cartões durante entregas viralizou nos últimos dias em redes sociais e em grupos no WhatsApp em todo o Brasil.

O caso não é isolado: segundo o Procon de São Paulo, o número de registros de golpes do tipo durante entregas por aplicativos de comidas saltou 186% na comparação do acumulado entre janeiro e maio de 2021 e o mesmo período de 2020.

O vídeo, aparentemente gravado pelo celular do próprio entregador, registra o momento em que uma senhora recebe uma entrega de comida na porta de sua casa, em São Paulo.

“Vou pegar o sinalzinho da máquina, tá? Quando tem muito pedido na rua, elas (máquinas) ficam doidinhas”, diz ele, ao filmar frente e verso do cartão da senhora.

O rosto do entregador aparece com clareza, embora o da cliente não seja visível. Após filmar os dados pessoais do cartão, o entregador se oferece para iluminar a maquininha enquanto a senhora digita a senha – quando ela aceita, o entregador acaba registrando também parte do código pessoal.

A BBC News Brasil tentou contato com a vítima do golpe, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

Procurada pela BBC News Brasil, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo afirmou que só a partir da denúncia da vítima (e por consequência de um Boletim de Ocorrência) poderia se manifestar especificamente sobre o caso.

Em nota, a secretaria afirmou que “é essencial o registro de ocorrências criminais, seja em delegacia física ou por meio da Delegacia Eletrônica, para que os crimes sejam devidamente investigados e os autores, presos. No caso de estelionato, a representação criminal por parte da vítima é necessária, conforme determina a lei”.

Dicas de prevenção do Procon-SP

As recomendações do Procon-SP para se proteger de golpes durante o delivery de comidas são:

1- Recusar máquinas com o visor quebrado ou que não permitam a leitura dos dados;

2- Conferir o valor da compra e, de preferência, pagar somente no aplicativo;

3 – Não passar os seus dados por telefone;

4 – Desconfiar caso o entregador informe que é necessário pagar algum valor extra.

“O consumidor deve procurar fazer o pagamento no momento do pedido, de forma online, evitando pagar na hora da entrega, que é o momento em que o golpe é aplicado. E lembrar que não existe taxa de entrega ou outra taxa extra. Qualquer ocorrência diferente deve ser comunicada à empresa”, diz em nota Fernando Capez, diretor do Procon-SP.

No caso específico do golpe citado no início desta reportagem, vale tomar cuidados extras, como manter o próprio cartão em mãos e prestar atenção redobrada ao apertar os números da senha.

Fonte: G1

Foto: Reprodução/WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *