segunda-feira | 15.04 | 1:09 AM

Pandemia gerou queda de 18,8% no turismo baiano no 1º trimestre de 2021

0Comentário(s)

O estado da Bahia arrecadou em ICMS aproximadamente R$ 1,6 bilhão nas atividades turísticas no 1º trimestre de 2021, com queda nominal de 2,3% em relação ao mesmo trimestre de 2020. As perdas se devem especialmente às atividades de transporte por navegação de travessia intermunicipal, interestadual e internacional (-7,7%).  As informações divulgadas nesta quinta-feira (5) são da Secretária da Fazenda (Sefaz), sistematizados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).

Já o volume das atividades turísticas na Bahia, quando comparado com o 1º trimestre do ano anterior, marcou retração de 18,8%, mantendo a tendência de queda, iniciada no 1º trimestre de 2020 (-5,3%), que marcou o início da pandemia do novo coronavírus, gerando um momento de involução. Em relação à receita a receita nominal das atividades turísticas, a Bahia marcou retração de 24,5%, mantendo a tendência de queda iniciada no 1º trimestre de 2020 (-2,9%).

O fluxo de passageiros (doméstico e internacional) caiu 36,6%, no 1º trimestre de 2021, com a diminuição de aproximadamente 975 mil passageiros. Esse comportamento foi resultado, principalmente, da desaceleração observada tanto nos embarques (-36,6%) quanto nos desembarques (-36,7%).

A taxa média de ocupação registrada pelos meios de hospedagem no mesmo período foi de 42,1% contra 63,3% em 2020. Mais informações sobre o desempenho do Turismo na Bahia estão disponíveis no site https://www.sei.ba.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=3112&Itemid=906

Fonte: Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI)

Foto: Pollyana Ventura/Getty Images

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *