domingo | 21.04 | 9:32 AM

Agentes da Transalvador têm artigos publicados em livro sobre trânsito

0Comentário(s)

Foto:Divulgação/Transalvador

As experiências na área de trânsito na capital baiana estão presentes no livro “Reflexões Sobre Trânsito”, que possui coautoria de cinco membros da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador). Os trabalhos publicados nesta coletânea foram feitos como conclusão do curso de Pós-Graduação em Gestão de Trânsito, e a junção entre academia e órgão de trânsito possibilitou, sobretudo, registrar as experiências de êxito que a Transalvador teve nos últimos anos. A publicação teve o lançamento oficial realizado na semana passada, no Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB).

O superintendente de trânsito de Salvador, Marcus Passos, parabenizou os colegas pela publicação. “Eu me sinto honrado, tanto como gestor desta autarquia quanto cidadão, em comprovar que temos profissionais tão dedicados e empenhados ao tema trânsito. Isso traz a certeza de que estamos fazendo um trabalho de qualidade e que é responsável por melhorar a vida dos soteropolitanos”, disse.

Educação para o trânsito – A gerente de Educação para o Trânsito (Gedut) do órgão, Mirian Bastos, é veterana em publicações do tipo e a única mulher da autarquia a participar da coletânea de artigos. Neste livro, ela relata as vivências na área de atuação, a exemplo de programas educativos como o Projeto Crianças Condutoras do Futuro, que debate os conhecimentos básicos e responsabilidades sobre o trânsito com estudantes do município. Desde 2011, aproximadamente 49 mil estudantes já assistiram às palestras do projeto, que passou por 640 unidades de ensino da cidade.

Para Miriam, o livro é uma oportunidade de dar voz aos técnicos da Transalvador, que puderam escrever e registrar suas experiências exitosas na área de trânsito, especialmente pautadas em evidências técnicas e científicas que direcionam para a segurança viária. “Essa é uma oportunidade também para fazermos uma reflexão da importância do capital intelectual dos servidores. Nós temos pessoas que têm verdadeiras experiências e isso é uma forma de ter esse legado importante na rede pública, colocando Salvador em evidência”.

Redução de acidentes – A capital baiana foi destaque internacional por ter sido uma das cidades a superar a meta da Organização das Nações Unidades (ONU) para redução de 50% de mortes no trânsito na década 2011-2020. Uma das estratégias utilizadas para atingir o feito foi a intensificação das blitze da Lei Seca, tema do trabalho do gerente de trânsito da Transalvador, Antônio Neri.

Segundo o gerente, a ideia de fazer este artigo surgiu da observação sobre a redução no número de mortos por acidentes na cidade ao longo dos últimos anos. “A influência da operação Lei Seca é importante para gerar a mudança de comportamento das pessoas. Assim, eles criam a consciência de não misturar álcool e direção, o que, consequentemente, reduz a mortalidade”, lembrou Neri.

Este é o primeiro artigo escrito por Neri que é publicado e que tem o intuito de melhorar a capacitação para o trabalho, na área de fiscalização. “É fundamental porque marca o nosso trabalho, deixando um legado para o resto da vida”, declarou.

A publicação conta ainda com artigos do coordenador de Eventos da Transalvador, Janivaldo Rosário, que alerta sobre acidentes e mortalidade no trânsito; do coordenador de Área, José Hage, que falou sobre a importância da tecnologia da informação e comunicação na gestão de tráfego; e do supervisor de projetos da gerência de Projetos da autarquia, Danilo Souza, que abordou a importância das campanhas educativas, mas direcionadas públicos específicos.

Fonte:Secom/Prefeitura de Salvador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *